Escola Legislativa recebe treinamento para alimentar o site

Gestão documental e memória: evento da Escola do Legislativo debate a importância da preservação dos acervos públicos

06/12/2019 – A importância da gestão ambiental para a preservação dos acervos públicos e a consequente garantia do acesso à informação, previsto em lei, foi abordada durante evento nesta sexta-feira (6), na Câmara. Realizada pela Escola do Legislativo de Monte Mor (Elemmor), a primeira edição do Seminário Gestão Documental e Acesso à Informação reuniu diversos especialistas no assunto, no Plenário. A atividade também contou com a presença do presidente do Legislativo, Waltinho Assis (PDT), e do vereador Eduardo Bispo (PSDB).

Chefe do Departamento de Registro, Arquivo e Documentos da Câmara de Limeira, Giane Boscolo destacou que o Poder Legislativo tem papel fundamental, de protagonismo, na preservação da memória – já que atua “como se fosse o coração pulsante do município”, liderando as discussões de assuntos que interferem diretamente nos anseios da coletividade. A palestrante também defendeu um trabalho integrado com Adelaine: importância da união entre Podereso Poder Executivo, como um cenário ideal para viabilizar avanços. “Uma parceria para fazer dar certo”, disse.

O mesmo ponto de vista também foi confirmado por Adelaine Féres, responsável pelo Arquivo Geral da Prefeitura de Limeira, também presente no evento. Assistente de gabinete da Secretaria de Administração daquele município, a especialista ministrou palestra, especificamente, sobre a importância da união entre os Poderes Legislativo e Executivo nas ações de preservação. E destacou a relevância da adoção, pelo Poder Público, de estratégias para garantir a correta conservação de documentos, incluindo a adequação e revitalização de acervos.

Último palestrante do dia, o servidor do Centro de Memória da Unicamp (CMU) e doutor em História da Arte João Paulo Berto salientou que, através de uma gestão documental “consciente e profissional”, é possível viabilizar o acesso “pleno e irrestrito às fontes documentais”, e, ainda, garantir a preservação da João Berto, da Unicamp, também palestrou memória. O especialista também salientou a importância do compartilhamento do acervo público com a sociedade, através de ações de difusão do conhecimento – que, inclusive, podem se valer de tecnologias digitais e softwares livres.

TRANSPARÊNCIA: 

O Seminário foi o último evento público realizado pela Elemmor, neste ano. Foram emitidos 35 certificados de participação na atividade – que também contou com a presença de dois estudantes do Ensino Médio da Escola Carmela Chiara Ginefra; de servidores da prefeitura de Americana; e de moradores de Monte Mor e servidores da Câmara. A coordenadora da Escola, Juliana Bertucci, fez o encerramento da atividade, e reforçou o agradecimento aos presentes. O presidente Waltinho Assis também agradeceu a Elemmor, pela organização do evento, aos palestrantes e demais presentes. E desejou que os ensinamentos abordados no Seminário possam “ajudar tanto a Câmara de Monte Mor como as demais Câmaras, prefeituras e demais entidades”.

Deixe uma resposta